-

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso informa que 34.527 eleitores do Estado tiveram o título eleitoral cancelado, trata-se de eleitores que não compareceram às urnas por três eleições consecutivas e que não atenderam a convocação da Justiça Eleitoral para que, até o dia 25 de abril, procurassem um cartório eleitoral para regularizar a situação.

Dados divulgados pela Secretária de Tecnologia da Informação do TRE demonstram que a procura pela regularização foi pequena em todo o Estado. Do universo de 39.615 eleitores sujeitos ao cancelamento, apenas 4.956 procuraram o cartório eleitoral.

Os municípios mato-grossenses com o maior quantitativo de cancelamento foram: Cuiabá (7.186), Várzea Grande (2.740), Cáceres (1141), Rondonópolis (2.149) e Sinop (1668).

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o país foram cancelados 1.354.067 títulos eleitorais.

O cidadão com o título de eleitor cancelado não pode obter certidão de quitação eleitoral e sem o referido documento fica impedido de exercer diversos direitos, entre eles: obter carteira de identidade, tirar passaporte, efetuar ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino e tomar posse em cargo público.

Regularização:

Para regularizar o título cancelado, o eleitor deve procurar o cartório eleitoral da cidade onde reside, portando um documento com foto, comprovante de endereço atualizado e pagar eventuais multas que tenha com a Justiça Eleitoral.

Fonte: TRE-MT